A importância de não desistir – 1

Olá prezados leitores

Passamos às vezes por momentos em que as coisas parecem dar erradas e a situação parece fugir do controle. Temos a impressão que somos impotentes diante de tantas situações negativas neste momento e podemos até pensar em desistir diante das adversidades.

Nestes momentos precisamos provar que realmente queremos aquilo que queremos

A diferença entre quem se torna um mestre naquilo que faz e das pessoas normais é que o primeiro cresce na adversidade, não abandona seus objetivos e quando a situação normaliza ele volta com plenitude e um grande diferencial entre os que ficaram para trás.

Só que não é tão fácil assim querer de verdade quando o ambiente se torna altamente negativo. Aí que precisamos potencializar ao máximo os momentos felizes que nos fazem acreditar que é possível, apesar de tudo, atingir o objetivo.

Pense em seu objetivo por um instante. Pense em tudo que ele significa para você. Pense nas situações (boas ou más) que você passou e veja que no momento atual (neste que você está lendo agora) as mesmas são insignificantes e serviram tão somente para trazê-lo aqui onde está.  Você não vive mais no passado para que elas tenham qualquer significado no presente.  Elas só serviram para uma coisa: te fortalecer e te preparar para o que vem por aí.

Agora volte a pensar em seu objetivo e faça uma lista de todas as coisas que te preocupam hoje (sempre temos várias) mas dizem respeito ao futuro e pratique o seguinte exercício:

• Liste tudo

• Analise o que faz você crer que isto pode acontecer. Revise a lista ficando só com o que faz sentido, o resto esqueça

• Coloque em uma coluna ao lado da situação qual o maior prejuízo que você vai ter caso isso aconteça

• Agora em outra coluna coloque se você após esta pior situação acontecer consegue se reerguer

• Coloque alguma ação preventiva sobre o problema (como evita-lo)

• Coloque um plano de reação caso venha a ocorrer

• Agora só se preocupe com aquilo que lhe tira a chance de se reerguer. Na minha opinião a única coisa com esta característica é a morte. Se você não correr perigo de vida você irá se reerguer.

O que faço com isto? Simples. Tudo que não colocar em risco sua vida já tem um plano preventivo e um plano de reação, logo, implemente as ações preventivas e não se preocupe mais com isso.

Se preocupar em demasiado com o futuro tem o mesmo impacto que se preocupar com o passado em demasia. Nenhum, só ferir seu orgulho, saúde e vida.

Conheço pessoas que martirizam sua saúde, sua vida profissional, pessoal, sexual, prazeres e todo o tipo de coisas que nos tornam humanos por causa de falsas realidades.

Esta é uma dica para você começar, em breve conversaremos mais sobre isso.

Não hesite em me enviar um e-mail (contato@joseaugustocorrea.com.br) com suas opiniões.

Forte abraço, nunca desista e viva a vida